Faça vídeos verticais

Faça vídeos verticais

Fazer vídeos mais verticais é a nova tendência para a comunicação na internet. O Youtube anunciou que também irá exibir filmes com este formato em sua plataforma. Isso muda tudo.

Estamos vivenciando uma mudança de paradigma que afetará toda a cadeia de produção audiovisual e dará verdadeiros nós nas cabeças mais wide.

Alguns fatores foram fundamentais para a chegada desse momento. O primeiro, sem dúvida, foi o crescimento do uso dos aparelhos móveis.

No Brasil, desde 2014, segundo o IBGE, o celular já é o aparelho número 1 para acessar a internet.

Para o Google, 2015 foi o ano em que o mobile ultrapassou o desktop: “O celular vem se tornando nossa primeira tela, não mais a segunda ou terceira tela. Nós não ficamos mais online, nós vivemos nossa vida online.” Google.

Fazer sites mobile ou responsivos foram algumas das primeiras consequências dessa mudança. Antes, fazíamos sites para serem vistos em computadores e, na melhor das hipóteses, criávamos uma versão respeitável para celular.

Hoje, acontece da forma oposta, o site deve ser criado primeiro para o celular. É o mobile-first.

Com o crescimento do uso dos smartphones, começaram a surgir novas redes sociais e aplicativos. O Snapchat foi um dos responsáveis por mudar a forma como as pessoas assistem à vídeos em aparelhos móveis.

No aplicativo, não mais precisávamos virar o celular para consumir um vídeo, ele podia ser visto com o aparelho “em pé”.

Mais importante ainda, o vídeo vertical já ia além do consumo da informação. Ele já era produzido pelos usuários dessa forma. Na hora de criar, não era uma adaptação, era o formato prioritário.

Na mesma esteira, Facebook e Instagram começaram a incorporar mais vídeos e, com o tempo, vídeos mais verticais em seus feeds.

Hoje, a experiência de assistir a um vídeo no Facebook, usando um smartphone, é muito mais imersiva quando ele é produzido em uma proporção mais vertical.

Vídeos Verticais X Horizontais

Vídeos Verticais X Horizontais

As pessoas passam cada vez mais tempo em seus celulares e smartphones. Do total de horas que elas passam em plataformas digitais, 67% são hoje dedicadas aos smartphones, o que torna esse meio ainda mais relevante quando o assunto é consumo de informações (Dados do Facebook).

As pessoas assistem a vídeos em todos os momentos (mesmo):

Hábitos de consumo de vídeo no celular

O último bastião do formato wide (16×9) ou 4×3 era o Youtube, mas ele anunciou que também já irá incorporar e exibir vídeos verticais.

Ora, se cada vez mais usamos internet a internet através de smartphones, se assistir vídeos já uma das principais atividades dos usuários em redes sociais e se o formato mais impactante é este, parece necessário que marcas ou empresas de conteúdo comecem a repensar a proporção que os seus filmes terão.

Não tenho dúvidas de que essa tendência irá incomodar grandes diretores do mercado de publicidade que sempre louvaram o formato wide, que sempre apreenderam com os grandes diretores de cinema.

Se estiverem produzindo para a televisão ou para cinema, não há motivos para mudar. Se a sua principal plataforma de distribuição for o celular e as redes sociais aí sim chegamos a um turning point.

A primeira tela já não é a mesma de antes e os hábitos de consumo de conteúdo no celular já se transfomaram.

Por enquanto, não há outro caminho. Faça vídeos verticais. Aceite que o mundo mudou e você precisa se adaptar.

Vivemos uma era de mudanças e, a qualquer momento, podem emergir novas tendências e tudo que foi dito nesse texto perde a sua atualidade.

O momento que vivemos é assim. É preciso estar pronto para desaprender, aprender ou reaprender.

Exemplos de marcas produzindo vídeos verticais:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *