youtubers-forbes-digital

Qual rede social é mais lucrativa para os influenciadores?

A revista Forbes divulgou uma pesquisa comparando a lucratividade dos influenciadores digitais de todo o mundo em cada rede social.

A sueca Rachel Brathen, a instrutora de ioga mais popular da web, cobra US$ 25 mil por postagem. A canadense Lyzabeth Lopez, criadora do Hourglass Workout, diz cobrar entre US$ 3 mil e US$ 5 mil por post, e entre US$ 20 mil e US$ 100 mil por uma campanha completa.

Época Negócios

A pesquisa da Forbes revelou que o Youtube é a plataforma campeã. Um influenciador desta rede, que mais de 7 milhões de seguidores, pode ganhar até US$ 300 milhões. No Facebook e Instagram, essa quantia cai para US$ 187 mil e US$ 150 mil, respectivamente.

Abaixo, você pode conferir um infográfico com o comparativo das redes.

Qual plataforma de redes sociais é mais lucrativa para os influenciadores digitais?

Influenciadores Digitais no Brasil

Os números da Forbes tomam como base influenciadores de todo o mundo. De acordo com os especialistas ouvidos por Época NEGÓCIOS, um grande influenciador no Brasil ganha, em geral, entre R$ 50 mil e R$ 150 mil por campanha no YouTube. Esta pode incluir, além de menção em vídeo, posts nas redes sociais. Canais menores podem conseguir de R$ 1 mil a R$ 5 mil.

Os critérios para formulação de preço levam em conta os custos do youtuber (se tem uma estrutura elaborada e paga funcionários), o escopo da campanha (quais mídias serão utilizadas e por quanto tempo), se o influenciador atua em um nicho específico (o alvo é mais certeiro), se o cliente pede exclusividade, se aquele influenciador tem concorrência no segmento em que atua e o valor embutido na imagem do youtuber. Esse último é o chamado “fator celebridade”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *